A bola da vez quando falamos de inovação na Alta-Costura é a designer de moda Iris van Herpen. A estilista Holandesa é conhecida mundialmente como uma das criadoras mais talentosas e inovadoras da moda, que ultrapassa constantemente os limites do design de moda.

A artista possui uma visão ímpar sobre o conceito de vestuário e formas. Não há limites para a criatividade de Van Herpen, quem mistura engenharia avançada e biologia sintética para desenvolver novos tecidos, silhuetas e acabamentos. De uma forma vanguardista, suas criações brincam com o limite da arte com a moda, criando verdadeiras obras de arte para se vestir no corpo que valorizam as silhuetas naturais do corpo feminino e que tragam conforto para quem as veste.

Iris van Herpen é a pioneira na utilização da impressão 3D como uma técnica de construção de roupas, além de propor um trabalho interdisciplinar, misturando a moda com ciência, arquitetura e engenharia. Seu trabalho tecnológico não abandona as raízes da alfaiataria, na verdade combina ambos: manufatura e máquina para criar vestidos jamais imaginados e desvendar uma área da moda até então inexplorada.

Seus vestidos têm uma estética única inspirada tanto na natureza e no movimento, quando nas silhuetas femininas. “Ver a água se mover, por exemplo, me mostra que a natureza é a artista mais engenhosa, e suas metamorfoses são minha musa para ver novas formas de beleza e sedução, me dando inspiração para reesculpir a forma feminina”, explica ela.

“Eu me inspiro muito em diferentes áreas, mas realmente me vejo como uma designer que está introduzindo essas diversas áreas na moda. E esse é o meu objetivo. Não se trata da arte ou da ciência separadamente; é pegar pedaços de diferentes campos e trazê-los para o meu trabalho”, diz Van Herpen em entrevista para a Vogue. Você pode conferir a entrevista completa clicando aqui.

Desde geometrias cortadas a laser a roupas que desafiam a gravidade, as criações de Van Herpen vem brilhando nas passarelas da semana de Alta-Costura de Paris desde 2011. Eis os vestidos mais icônicos criados pela estilista na última década:

1. “Crystallization”, primavera 2011

FONTE: irisvanherpen.com

Com o tema de roupas líquidas, o vestido desafia a gravidade em uma escultura transparente em forma de água que emerge perfeitamente de um mini vestido nude. Os elementos 3-D projetam formas abstratas conforme se espalham no ar, como um respingo de água.

2. “Cathedral”, primavera 2012

FONTE: irisvanherpen.com

Inspirado na arquitetura europeia de estilo gótica e nas esculturas barrocas, o vestido é criado com “tentáculos” impressos em poliamida e projetados sobre o corpo. A designer de moda contou com a colaboração de engenheiros, artistas e arquitetos para construir essa peça com o objetivo de ser uma escultura para se vestir no corpo.

3. “Hybrid Holism”, outono 2012

FONTE: irisvanherpen.com

O trabalho do arquiteto canadense Philip Beesley e sua instalação “Hylozoic Ground” serviu de inspiração para a designer de moda criar esse vestido metálico. A peça foi criada por meio de um complexo processo que envolve tanto artesanato quanto computador trabalhando materiais não convencionais e estranhos ao mundo da moda.

4. “Wilderness Embodied”, outono 2013

FONTE: irisvanherpen.com

O vestido explora a beleza e a complexidade das forças naturais que moldam a natureza, em especial o outono, com suas projeções parecendo raízes e folhas retorcidas. Quando a modelo desfilava carregava uma tempestade de natureza pela passarela.

5. “Seijaku”, outono 2016

FONTE: irisvanherpen.com

O nome Seijaku é de origem japonesa e significa “encontrar a serenidade no meio do caos da vida”. Nesse vestido, Iris van Herpen explora o estudo da cinemática, que visualiza as ondas sonoras com padrões geométricos. Para o vestido adquirir o aspecto de bobinas e torções, o tecido foi cortado a laser e esticado sobre um fio preto para enrolar pelo corpo como ondas sonoras em uma concha.

6. “Aeriform”, outono 2017

FONTE: irisvanherpen.com

Esse vestido surge da admiração de van Herpen pela natureza e anatomia do ar. É mais um exemplo da habilidade ímpar de corte a laser e artesanato que a designer aplica em suas criações. As linhas retas foram impressas e organizadas de forma a criar a ideia de materialidade e leveza do ar.

7. “Ludi Naturae”, primavera 2018

FONTE: irisvanherpen.com

Tecido de ilusão, impressão em 3D e toda a expertise da Alta-Costura. Esses foram os ingredientes escolhidos para criar o traje “Ludi Naturae”.  Iris van Herpen se inspirou na “pele” da Terra para criar essa peça, que funde o padrão detalhado do tecido ao tule para formar outra pele. Esse efeito visual produz uma tatuagem de mármore que mistura o orgânico com o artificial, do corpo ao capacete.

8. “Syntopia”, outono 2018

FONTE: irisvanherpen.com

Nesse vestido, a designer de moda explora novas oportunidades que surgem na biologia sintética e as relações entrelaçadas entre o orgânico e o inorgânico. O tecido brilhante cria um efeito sobrenatural quando a modelo desfila, semelhante à uma poça de água sobre o corpo ou uma água-viva pairando sobre a passarela.

9. “Shift Souls”, primavera 2019

FONTE: irisvanherpen.com

Também chamado de “anamorphic faces” por causa das suas muitas camadas, esse vestido é criado a partir de seda justaposta em formas esculturais por uma fina moldura 3D. O modelo espelha uma pintura surrealista com as gradações dimensionais que “dançam” enquanto é desfilado.

10.” Sensory Seas”, primavera 2020

FONTE: irisvanherpen.com

Para esse vestido, Iris van Herpen se inspirou na ecologia marinha dos oceanos e dos desenhos anatômicos do neurologista Ramón y Cajal, quem estudou como o cérebro conversa. A peça escultural em tecidos quase translúcidos foi formada por camadas que representam as ondas do mar sob um olhar abstracionista.

Conheça mais sobre a Alta-Costura e vestidos incríveis aqui! Veja outras criações de Iris van Herpen abaixo:

10 comentários »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s