Poucas séries e filmes tiveram uma influência tão grande sobre o estilo masculino de moda e beleza quanto Peaky Blinders. Um visual inspirado na Inglaterra dos anos 20, traduzido por tecidos pesados, calças de barra curta, botas robustas, a clássica boina e o icônico corte de cabelo undercut. Tão memorável e relevante o estilo Peaky Blinders que influenciou Alessandro Michele, da Gucci, a criar coleções masculinas inspiradas no estilo britânico vintage. Confira!

O drama gangster britânico, estreado em 2013, possui hoje 5 temporadas, todas disponíveis na Netflix. O enredo se passa nos anos 20 em Birmingham, centro da Revolução Industrial da Inglaterra e onde gangues famosas viviam. Conta a história verdadeira da família Shelby, formada por criminosos que praticavam diferentes tipos assaltos e contrabando, além de dominar o ramo de apostas ilegais de cavalos. Os Peaky Blinders realmente existiram no fim dos anos 1800 e também eram associados ao seu modo de vestir elegante e impecável, de acordo com a alfaiataria clássica.

Desde o ano passado, a série ganhou proporções muito maiores, se tornou meme das redes sociais e vem conquistando muitos fãs e telespectadores em todo o mundo. O estilo “frio e calculista” de Tommy Shelby viralizou na internet e prova disso são os infinitos sites sobre o assunto: “O guia definitivo do estilo Peaky Blinders”, “Como se vestir como Tommy Shelby”, “Como se vestir como um Peaky Blinders” e “Como fazer o corte de cabelo Peaky Blinders”.

“O primeiro Peaky Blinders a gente nunca esquece”. Memes viralizaram na intenet, em principal no Twitter, fazendo menção ao estilo característico da série.
REPRODUÇÃO: TWITTER

Segundo etimologistas e historiadores, o nome Peaky Blinders está associado à prática dos membros da gangue de costurarem lâminas nas suas boinas, que poderiam ser utilizadas como armas. Entretanto, separadamente, a palavra “peaky” se referia a um chapéu estilo boina e “blinder” descrevia a elegância da alfaiataria da gangue.

Provavelmente, desde Mad Men, não se via tamanha influência de um filme ou série na maneira como os homens se vestem. Mas, por que Peaky Blinders? A influência da série surge a partir da representação de heróis da classe trabalhadora pelos personagens, que usam o vestuário para reforçar seu status na comunidade e ao mesmo tempo manter distância da elite.

Para recriar os looks e cenários característicos da época e do lugar, a figurinista Stephanie Collie se inspirou em fotografias criminosas/jornalísticas do início do século XX. “Elas foram tiradas com tanta beleza e você podia ver tudo com tantos detalhes: os botões de punho, os alfinetes de gravata, as texturas”, explica Collie. Ela ainda acrescenta que a fama e consistência do estilo Peaky Blinders ocorrem porque todo homem, no fundo, quer vestir um terno. Não mentiu, concordam?

Collie trabalhou com um orçamento muito limitado e teve que ser bem criteriosa ao escolher onde e com o que gastar. “Obviamente os ternos de Tommy Shelby eram muito importantes, então o dinheiro todo foi pra lá”. As roupas foram feitas sob medida pelos alfaiates, enquanto os outros atores tiveram ternos e camisas alugados em showroons especializados em vestuário de época para cinema, televisão e teatro.

Claro que você não precisa basear todo o seu senso de estilo pessoal em uma série, porém, com alguns ajustes no seu guarda-roupa, muito pode ser ganho. Portanto, sem mais enrolação, eis 6 elementos-chave para alcançar o legítimo estilo Peaky Blinders:

1. O corte de cabelo

A cereja do bolo e o elemento mais memorável da série. Não há uma barbearia sequer que não tenha ouvido “corte de cabelo Peaky Blinders” no último ano! O corte se chama undercut, ele é raspado atrás e dos lados, em camadas bem sutis. É uma grande tendência para o estilo masculino e virou febre na internet, com dezenas de tutoriais no Google e Youtube ensinado a fazer o corte em casa durante a quarentena.

Stephanie Collie se inspirou para o corte de no livro Crooks Like Us, de Peter Doyle: uma compilação de retratos de criminosos pela polícia de Sydney, dos anos 20. Porém, o estilo também é inspirado em cortes de cabelo militares.

Nota do autor: Em setembro do ano passado, fui ao barbeiro e pedi que raspasse atrás e dos lados, deixando em cima sem cortar. Eu amei o resultado, mas não sabia que o corte tinha nome nem uma série. Quando postei um story no Close Friends do Instagram, diversos amigos falaram “Peaky Blinders” e foi assim que eu conheci a série. Haha

2. A boina

Memorável, no mínimo! O boné de lã é a armadura real da gangue e traz uma lâmina de barbear escondida na aba, dando à gangue o nome “Peaky Blinders”. Na Inglaterra dos anos 20, as boinas eram tipicamente chapéus da classe trabalhadora, o que contrasta o vestuário elegante dos personagens.

As boinas podem parecer enigmáticas, mas ganha significado de acordo com o enredo as séries, pois Tommy nunca para de usar seu boné, o que pode representar sua insegurança em relação a seu novo equilíbrio social.

Observação (e realmente eu não deveria ter que dizer isso): não use a boina para traz, se não vai parecer um avô.

3. O casaco

Claro que para o Brasil, onde a temperatura pode chegar a mais de 40 ºC, falar nos sobretudos usados pelos Peaky Blinders é muito fora de realidade. Porém eles trazem um charme especial para o estilo “frio e calculista”. Os casacos são mais longos e provocam aquela sensação de mistério criminoso quando dois pistoleiros vão um contra o outro, enquanto seus casacos batem ao vento.

4. O terno

O tradicional terno de três peças, com dois ou três botões, é o uniforme dos Peaky Blinders. Além disso, as calças são mais curtas e a paleta varia entre cinza ou preto. De acordo com a série, os materiais do terno ficam mais ricos conforme os personagens enriquecem e começam a ter a aparência de nobreza inglesa, para combinar com a propriedade rural da gangue.

Você pode até montar um look estilo Peaky Blinders sem um casaco, mas é terno com parte superior e inferior correspondentes que traz autenticidade ao visual.

5. A Camisa

Tem que ser branca, elegante e com colarinho! A camisa engomada é um dos aspectos mais instantaneamente reconhecíveis do estilo Tommy Shelby. Para a época, as camisas com colarinhos destacáveis eram muito populares (em vez de usar uma camisa nova todos os dias, apenas trocava por uma gola nova, poupando tempo, dinheiro e esforço).

De vez em quando, Tommy usava uma camisa listrada em desacordo com o traje. Porém, a direção de arte impecável explica isso: o personagem não se sentia pertencente à classe dos ricos e expressava isso no vestuário que ao mesmo tempo possuía itens caros em meio a seu guarda-roupa habitual.

6. As botas

Uma excelente combinação com as calças de barra mais alta! Botas acima do tornozelo trabalhadas em couro, robustas e com cadarços discretos são uma parte essencial do uniforme Peaky Blinders. Assim como a boina, as botas são itens característicos da classe trabalhadora, trazendo em mais um acessório do vestuário elementos que diferem Tommy Shelby dos ricos, que tradicionalmente usariam Derbies ou Oxfords.

Seja para dar uma volta pelo mercado no domingo ou para confrontar a gangue inimiga nas ruas de Birmingham, a bota é o sapato ideal!

Se você ainda não assistiu à série, aproveita que é quarenta e não pode sair de casa atoa. Já arruma sua pipoca, compartilha esse post com seu amigo e vai maratonar! “By the order of the peaky blinders”

6 comentários »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s